TRESC

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina
Início menu principal
  • T
  • FB
  • Y
  • Soundcloud
  • Instagram
Ir para caixa de pesquisa
Início conteúdo

Justiça Eleitoral realiza projeto com ciclistas e corredores voluntários no primeiro turno das Eleições 2018

10.10.2018 às 15:55

Atletas em Florianópolis saindo para o recolhimento das mídias

No último domingo, primeiro turno das Eleições 2018, ciclistas e corredores auxiliaram a Justiça Eleitoral no carregamento das mídias das urnas eletrônicas, transportando os dispositivos das seções até as Zonas Eleitorais. O projeto, já realizado nas Eleições municipais de 2016, foi realizado este ano nas 12ª e 13ª Zonas Eleitorais, ambas de Florianópolis, e na 90ª Zona Eleitoral, no município de Concórdia.

Em Florianópolis, 70 ciclistas e um atleta corredor percorrerem rotas pré-determinadas para recolher as mídias de 60 locais de votação na Capital. Eles partiram às 14h da sede dos Cartórios Eleitorais na Avenida Rio Branco, no centro da cidade, e retornaram em comboios para entrega dos dispositivos com os dados para a apuração dos votos.

O servidor do TRE-SC e idealizador do projeto, Gonsalo Ribeiro, ressalta o caráter inovador da ação, que busca “trazer algo sustentável, economicamente favorável e com espírito de vanguarda”, além de frisar o apoio dos juízes das Zonas Eleitorais de Florianópolis, Maria Paula Kern, 12ª ZE, e Alexandre de Morais, 13ª ZE, e dos respectivos chefes de cartório Marco Aurélio Fevereiro e Ana Claudia Vidal.

Projeto em Concórdia

Em Concórdia, foram 8 corredores e 12 ciclistas que recolheram as mídias de urnas em 12 colégios da cidade.

O chefe do cartório da 90ª Zona Eleitoral, Moacir Tramontin, destaca que o projeto reforça o uso dos meios alternativos de transporte e envolve a comunidade na eleição, além de gerar economia, uma vez que os atletas são voluntários.

O juiz eleitoral da 90ª ZE, Samuel Andreis, aponta o histórico do trabalho realizado em Concórdia no sentido de aproximar o eleitor do processo eleitoral. Andreis destaca a participação de um número significativo de mesários voluntários, a presença de entidades da sociedade civil nas audiências públicas de verificação das urnas e, agora, a participação dos atletas na coleta das mídias. “Quanto mais a população participa, mais se desmistifica o processo eleitoral”, afirma.

Por Vinicius Claudio / Jairo Grisa
Assessoria de Comunicação Social do TRE-SC