Segurança pública nas Eleições 2022 é tema de reunião na sede do TRE-SC

Encontro contou com a participação de representantes das forças policiais do estado

Segurança pública nas Eleições 2022 é tema de reunião na sede do TRE-SC

Juízes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira (29), com representantes de diversas instituições públicas em um encontro preliminar para tratar da segurança pública nas Eleições Gerais 2022.

O presidente do TRE-SC, desembargador Fernando Carioni, acompanhado pelo vice-presidente e corregedor, desembargador Leopoldo Augusto Brüggemann, dos juízes Luís Francisco Delpizzo Miranda, Zany Estael Leite e Marcelo Pons Meirelles, além do procurador eleitoral André Stefani Bertuol, abriu a reunião agradecendo a presença de todos e ressaltando a importância deste primeiro encontro, que considerou vital para o sucesso das próximas eleições.

A articulação do apoio de todas as forças de segurança durante o processo eleitoral e, ainda, a realidade que preocupa a Justiça Eleitoral, foram os temas do encontro. Para o presidente da Corte existe uma forte necessidade da interação entre juízes eleitorais e forças de segurança locais, em todos os municípios do estado.

“A segurança em uma eleição é tudo. Santa Catarina sempre primou por dar tranquilidade aos eleitores, aos candidatos, que façam seu trabalho respeitando toda a legislação eleitoral. A preparação desde já dessa segurança tem um objetivo só: que todos participem do pleito eleitoral da forma mais tranquila possível. Nós queremos paz para o povo catarinense, e isso nós buscamos através da segurança plena. Sem dúvida é o que vai ocorrer”, disse o presidente Carioni.

Estiveram presentes na reunião representantes das Polícias Civil, Militar e Federal; Corpo de Bombeiros; Defesa Civil; Núcleo de Inteligência do Tribunal de Justiça (TJSC); Agência Brasileira de Inteligência (Abin); Secretarias de Tecnologia da Informação e de Administração e Orçamento do TRE-SC; e Assessoria de Comunicação Social do Tribunal (Ascom).

Para Karine Borges de Liz, presidente do Comitê Gestor do Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no âmbito do TRE-SC, esse trabalho em conjunto é de extrema importância para garantir a legitimidade do processo eleitoral de votação. “Estamos abertos e necessitamos das contribuições de todos vocês, pois nós estamos lidando com dois valores essenciais: a manutenção da democracia e da própria credibilidade das nossas instituições”, afirmou Karine em sua fala, durante o encontro.

Por Manoela Pinheiro

Assessoria de Comunicação Social do TRE-SC

Últimas notícias postadas

Recentes