Transferência temporária de eleitores – TTE

Como funciona a transferência temporária de eleitores – TTE?

Nas eleições de 2020 a transferência temporária de seção eleitoral será permitida a alguns eleitores, dentro do mesmo município, no primeiro turno, no segundo turno ou em ambos.

Poderão requerer a transferência temporária:

  • presos provisórios e adolescentes em unidades de internação;
  • membros das Forças Armadas, das polícias federal, rodoviária federal, ferroviária federal, civis e militares; dos corpos de bombeiros militares, dos agentes de trânsito e das guardas municipais que estiverem em serviço por ocasião das eleições;
  • eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida;
  • mesários e convocados para apoio logístico nas eleições;
  • juízes eleitorais, promotores eleitorais e servidores da Justiça Eleitoral.

Para cada categoria são aplicados formas e prazos diferenciados para habilitação na TTE, conforme explicações disponíveis na área Eleitor – Transferência Temporária de Eleitores - TTE do site do TRESC.